Consórcio



Press Releases

15/10/2021

Matéria Extra de outubro 2021 - Pesquisa sobre Máquinas Agrícolas

Pesquisa revela crescimento da participação dos consórcios de máquinas e equipamentos no agronegócio
Houve avanço de 63,5% no total de consorciados nos últimos sete anos

Depois de registrar forte crescimento no ano passado, o PIB do agronegócio brasileiro cresceu 9,8% no fechamento do primeiro semestre de 2021. Pilar da economia brasileira, mesmo em tempos de pandemia, o segmento conta com aumento de produtividade, diminuição de desperdício, tecnologia agregada, entre outros. 

Para obter bons resultados e ultrapassar eventuais dificuldades, o agronegócio apoia-se basicamente no planejamento. Inserido nessa programação, direta ou indiretamente, está o Sistema de Consórcios, cuja característica principal também é o planejamento. 

Seja para máquinas e implementos agrícolas ou para outros bens como caminhões, instalações, imóveis ou serviços, ao longo dos anos, o consórcio tem mostrado, ao longo dos anos, sua importância ao tornar possível a aquisição desses ativos de forma simples e econômica. Sem dúvida que os bons resultados obtidos no setor agropecuário foram atingidos, também, com o auxílio deste importante meio de autofinanciamento.

Pesquisa concluída recentemente pela assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, no período de janeiro a agosto, junto às administradoras associadas que atuam no segmento de veículos pesados, no qual estão incluídas as máquinas e implementos para o setor agropecuário, revelou um avanço no total de participantes em relação aos últimos cinco anos.

Até agosto, havia 437,76 mil consorciados ativos no setor de veículos pesados, sendo que 33,33%, ou seja, 145,92 mil, tinham e têm como objetivo a aquisição de bens vinculados ao agronegócio. 

Ao contribuir para a ampliação e modernização dos equipamentos nos vários ramos de cultura e pecuária, o volume de participantes no consórcio de máquinas agrícolas avançou 63,5% no período compreendido entre agosto de 2015, quando eram 89,33 mil, e o mesmo mês deste ano, ao atingir 145,92 mil. 

 
Classificados por perfil, observou-se equilíbrio entre os 48,3% de produtores rurais/pessoas físicas e 51,7% formados por pessoas jurídicas. Entre as pessoas físicas, há 11,4% na faixa etária de 18 a 30 anos, 49,5% de 31 a 45 anos, e 39,1% acima de 45 anos. 

  
Paralelamente, divididos por áreas de cultivo e produção, 50,0% dos produtores-consorciados desenvolvem suas atividades em propriedades de até 50ha; 30,0%, de 51ha a 300ha; e 20,0%, acima de 301ha.

 
Já inseridas nas adesões do consórcio de veículos pesados, também constituído por outros bens voltados ao transporte rodoviário de cargas e de passageiros, as 112,97 mil vendas setoriais de novas cotas, ocorridas de janeiro a agosto do ano, apresentaram oscilações, com média mensal de 14,12 mil, registrando recorde anual em maio, ao somar 23,05 mil.

 
Distribuídos pelo país, os novos consorciados mostraram-se mais presentes nas seguintes regiões: Sudeste = 41,7%, Sul = 24,4%, Centro-Oeste = 20,5%, Nordeste = 8,2% e Norte = 5,2%.

 
Com participação de 20,9% do PIB Produto Interno Bruto, no ano passado, segundo o Cepea - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, em parceria com a CNA, depois de atingir 20,9% em 2019, o agronegócio tem demonstrado capacidade de expansão de produtividade e produção, bem como na geração de oportunidades de emprego em várias regiões. 

"Apesar das dificuldades enfrentadas com a pandemia, desde o ano passado, os consórcios de bens voltados ao agronegócio têm ratificado sua importância no planejamento a médio e longo prazos, com a entrada crescente de novos consorciados, mais conscientes da essência da educação financeira", esclarece Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC.

Complementando, Rossi destacou que "os grupos de consórcio de máquinas e implementos agrícolas, por serem o caminho mais simples e econômico de aquisição, têm propiciado ao produtor-consorciado escolher prazos e durações mais adequados. O consórcio, quando comparado com algumas dificuldades verificadas na disponibilização de outras linhas de crédito, limitações de prazos, burocracia dentre outros, torna-o mais atrativo".

Independente dos objetivos, 88,0% de produtores e 12,0% de pecuaristas contam com as vantagens e características do consórcio como aliado na modernização e ampliação de equipamentos ou instalações. 

 
Os créditos praticados entre R$ 54,21 mil e R$ 1.932,18 mil, com R$ 353,08 mil de média, confirmam a possibilidade de atendimento às necessidades nos mais diversos setores do agronegócio. A modalidade atende aos que pretendem comprar máquinas, equipamentos, instalações, móveis ou fixos, com alta tecnologia embarcada e que gerem mais lucratividade. 

O levantamento constatou que, dos créditos disponibilizados por ocasião das contemplações, 61,7% optaram pelos tratores, 11,1% pelas colheitadeiras, e 0,3% por semeadoras e plantadoras. Face à diversidade de aplicações, 23,4% preferiram outros tipos de equipamentos e implementos e 3,5% optaram por receber o crédito em espécie, de acordo com as regras estabelecidas pelo Banco Central do Brasil. No total geral, estão incluídos 66,5% de bens novos e 33,5% de seminovos.


Na pesquisa, concluiu-se que a taxa média mensal dos consórcios praticada foi 0,10% ou 1,2% ao ano, com prazos médios de duração de grupos em 127 meses, representando custos finais menores inferiores aos disponíveis no mercado financeiro, um dos principais diferenciais do mecanismo.

Mesmo vivenciando uma crise hídrica e quebras de colheitas em alguns produtos, a estimativa de safra pode atingir 256,1 milhões de toneladas neste ano. Só para os grãos, considerando a soja, arroz, milho, feijão, café, entre outros, líderes das commodities agrícolas brasileiras; bem como os cereais e as leguminosas, apesar de quatro reduções consecutivas anunciadas em 2021, a previsão se mantém naquele nível recorde, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo IBGE.

Diversificação de uso dos consórcios

Atualmente, o Sistema de Consórcios está presente na aquisição de vários outros tipos de bens e serviços inerentes ao agronegócio. O consórcio de imóveis, por exemplo, é utilizado na construção de galpões, silos e outras instalações como áreas de confinamento e reprodução, nas propriedades. 

Há também os que fazem consórcios para aquisição de aeronaves, especialmente voltados ao manejo da lavoura como a aplicação de fertilizantes, sementes, pulverização de defensivos e combate às pragas e até incêndios. 

Existem ainda os que usam os consórcios para adquirirem drones e outros equipamentos para observação, segurança e geração de energia, bem como consórcios de serviços de informatização de gestão e controle dos negócios e meteorologia. 
 
Pagamento do consórcio no agronegócio é diferente 

Além de praticar baixas taxas mensais de administração, os consórcios buscam proporcionar principalmente o poder de compra dos consorciados quando das contemplações. De acordo com a pesquisa, constatou-se a utilização de índices de correção periódica de créditos e das prestações nos contratos de adesão em 62,5% pela própria tabela do fabricante, e 37,5% pelo IPCA.

No agronegócio, de acordo com os diversos tipos de culturas e as variações de épocas de semeadura e colheita, tanto na mono como na policultura, e ainda na pecuária, há diversas formas de pagamento das parcelas dos consórcios:
1 - Pagamentos normais;
2 - Pagamentos por safra - pagamentos anuais;
3 - Pagamentos por safra - adiantamentos - pagamento trimestral ou semestral; e
4 - Meia parcela (reforço trimestral ou semestral).

Observadas as semelhanças nas características básicas entre o agronegócio e o consórcio, Rossi completou explicando que "tanto no planejamento a médio como longo prazos, os consórcios estão lado a lado com o produtor rural, pecuaristas e empresas, possibilitando a renovação ou ampliação dos bens de produção, ponderando a relação, por exemplo, da tecnologia embarcada e os mecanismos de autofinanciamento, com vistas à redução de custos, maior lucratividade e ampliação da produtividade, mais competitividade interna e externa".

QUADRO RESUMO

De forma constante e gradativa, o Sistema de Consórcios vem consolidando sua participação direta e indireta nas atividades de produtores e pecuaristas, visando melhorar as performances do segmento do agronegócio, por meio da inclusão de máquinas e equipamentos com menor custo e maior rentabilidade dos negócios.
................................................................................................................

CAMPANHA INSTITUCIONAL
"Chegou sua vez. Vai de consórcio"

Para saber mais clique aqui

SABER FINANCEIRO - UM SITE FOCADO EM EDUCAÇÃO FINANCEIRA
A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios coloca à disposição 
Um canal de comunicação para consumidores e investidores financeiros 
Focado no tema "Educação Financeira".

O novo site da entidade - https://saberfinanceiro.org.br - disponibiliza conteúdo exclusivo 
Sobre o assunto, que possibilita aos interessados testar seus conhecimentos 
E melhorar sua compreensão sobre o mercado financeiro.

NOVIDADE - CONSÓRCIOS DE A A Z NA INTERNET
A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios está colocando 
vídeos e podcasts na internet com informações sobre a modalidade.
A ABAC, entidade representativa do Sistema de Consórcios, está disponibilizando mais informações 
sobre a modalidade por meio de um novo e exclusivo site: https://consorciodeaaz.org.br.

GUIA CONSÓRCIOS DE A A Z 
A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios disponibiliza o 
Guia Consórcios de A a Z.
Todas as informações sobre o Sistema de Consórcios, desde a adesão até o encerramento do grupo. Acesse: https://materiais.abac.org.br/guia-consorcio-de-a-a-z  
                 
                  
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO ABAC - PCA 10 

A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios disponibiliza o Programa de Certificação ABAC, destinado aos profissionais de vendas e representantes de administradoras de consórcios, sejam associadas ou não à entidade de classe. Trata-se da primeira certificação exclusiva do Sistema de Consórcios, o PCA10. 
 
CONHEÇA A CARTILHA "NA CORDA BAMBA" SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA 
 
 
 
  
OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CONSÓRCIOS PODEM SER ENCONTRADAS NO SITE
https://abac.org.br.
 
VOLTADO AO CONSUMIDOR, O PORTAL CONTA COM UMA ESTRUTURA SIMPLES E INTUITIVA PARA INCENTIVAR O LEITOR A NAVEGAR E CONHECER MAIS SOBRE OS CONSÓRCIOS. 
 
JORNALISTA, CADASTRE-SE NA SALA DE IMPRENSA DO NOSSO SITE
 https://abac.org.br/imprensa/cadastrode-jornalistas
 
ACOMPANHE TAMBÉM OS CONSÓRCIOS PELO TWITTER - https://twitter.com/abacweb

Mais informações: 
Jornais, Emissoras de Televisão, 
Revistas, Sites e Emissoras de Rádio 
Claudio Licciardi 
Celular: (11) 9.8258-0444 

Assessoria Abac

Rua Avanhandava, 126 - 5º andar

São Paulo - SP - CEP 01306-901

Tel.:(11) 3155-5252 - e-mail: assessoriadeimprensa@abac.org.br