Consórcio



Press Releases

26/05/2021

Matria extra de maio de 2021 - PESQUISAS REVELAM QUE PANDEMIA E EDUCAO FINANCEIRA IMPULSIONARAM O CRESCIMENTO DO SISTEMA DE CONSRCIOS

PESQUISAS REVELAM QUE PANDEMIA E EDUCAO FINANCEIRA IMPULSIONARAM O CRESCIMENTO DO SISTEMA DE CONSRCIOS
Mais de dois mil entrevistados, entre conhecedores e participantes, opinaram sobre o mecanismo como investimento

A quebra de recordes histricos nas vendas de novas cotas e o crescimento do volume de participantes no Sistema de Consrcios foram pesquisados e avaliados pela Kantar Diviso de Pesquisa de Mercado, Insights e Consultoria da WPP, durante o perodo da pandemia da Covid-19, de maro de 2020 a fevereiro deste ano, por solicitao da ABAC Associao Brasileira de Administradoras de Consrcios.

Entre os diversos objetivos da pesquisa estavam as razes da evoluo dos negcios considerando o novo cenrio estabelecido e seus efeitos na economia do pas. Foram aprofundados tambm os principais motivos para aquisio de cotas de consrcio. Ainda, foi indagado aos potenciais usurios e usurios quanto s vantagens e desvantagens do mecanismo, identificando eventuais melhorias na mecnica de funcionamento.

PERFIL DOS ENTREVISTADOS

Em mbito nacional, houve pesquisas feitas em dois momentos. A primeira, no incio do ano passado, e a segunda, recentemente, que reuniram entrevistas quantitativas e qualitativas com mais de 1.000 consorciados e potenciais consorciados em cada uma, com homens e mulheres da faixa etria dos 18 a 45 anos, das classes sociais A, B e C. 

Na metodologia aplicada este ano, foram consultados 62% de conhecedores da modalidade e 38% de usurios, divididos nas seguintes regies: 43% da Sudeste, 27% do Nordeste, 15% do Sul, 8% do Centro-Oeste e 7% do Norte.

O contexto da pesquisa levou em considerao situaes que, inicialmente, pareciam temporrias e que se tornaram mais usuais como o teletrabalho e o consequente aumento da produtividade na nova rotina. Houve mudanas tambm no comportamento familiar, profissional e social com o isolamento.

 


CONHECIMENTO DO PRODUTO

Com este cenrio, nos doze meses que separaram o primeiro do segundo levantamento, observou-se equilbrio nas respostas de conhecedores e usurios de consrcio, com tendncia de crescimento em usurios do gnero masculino, 25 a 35 anos, classe C e regies em geral, exceto na Sudeste.

Com a reduo de 61% em 2020 para 59% neste ano dos que declararam que conheciam o consrcio em 2020, mas que nunca aderiram a uma cota, ficou evidenciado avano do universo potencial de conhecedores sobre a modalidade. 

Por outro lado, dos 36% que j haviam participado do Sistema de Consrcios, houve quase a duplicao entre os que j tinham sido consorciados por uma, duas ou trs vezes, saltando de 6% no ano passado para 11% em 2021. A fatia dos 3% que nunca ouviram falar se ampliou para 4%.

 

MOTIVAES PARA ADESO

O novo modo de viver, resultado da influncia da pandemia, provocou motivaes diferenciadas para adquirir cota de consrcio. Entre os diversos indicativos foi citada a realocao de gastos com vistas a dar um destino ao dinheiro economizado, ou seja, algo tangvel como a aquisio de um bem, cujo meio poderia ser o consrcio como substituto da poupana. Como complemento, se deram conta que estavam gastando demais, gerando ansiedade e, em momento de reflexo, concluram que deveriam se organizar melhor para dispor as sobras em objetivos claros e seguros.

Investimentos ou aquisies de porte estiveram fora de cogitao. Compras vista no foram prioridade, especialmente quando se tratou de grandes quantias. Houve o sentimento de se manter uma reserva para qualquer emergncia.

Paralelamente, algumas atividades econmicas favoreceram-se pela pandemia e tiveram aumento de renda. Ainda que em menor escala, foram exemplos de crescimento, em razo do impacto positivo na receita mensal.

Como um ltimo apelo, notou-se entre os que mantiveram suas rendas um aproveitamento junto s empresas que precisavam "vender".

FONTES DE INFORMAES

A principal fonte de conhecimento dos consorciados continuou sendo os parentes e os amigos. Enquanto em 2020 eram 28%, neste ano cresceu sete pontos percentuais, alcanando 35%. 

Em segundo lugar, ficaram as concessionrias, lojas, bancos, com 32%, um ponto percentual menor que o ano passado, com 33%. Na sequncia, ainda em 2021, esteve a influncia das propagandas na televiso com 14%, sete pontos inferiores aos 21% de 2020. Os demais 17% foram resultados das propagandas na internet e os comentrios em sites ou redes sociais.

 


SEMELHANAS OBSERVADAS

Entre os diversos perfis analisados, houve semelhanas na administrao das finanas pessoais, principalmente na ausncia do hbito da poupana. Sem considerar aspectos bsicos da educao financeira, observou-se principalmente que os entrevistados no economizam eventuais sobras ao final de cada ms. 

Imprevistos como dvida, doena, conserto de carros ou de eletrodomsticos ou at reforma, tambm no foram considerados. Como complemento, a pandemia dificultou ainda mais a adoo deste costume, acrescido do aumento do custo de vida, o que propiciou pouca ?sobra? no final do ms, tendo na contrapartida o crescimento das compras on-line.

Fatores emocionais como o isolamento, mudana na rotina de trabalho, ansiedade, controles financeiros domsticos, tambm estavam citados na pesquisa. Ainda, a convivncia entre o aumento do custo de vida e o no reajuste de salrios impactaram na sensao de insegurana e incertezas com consequente medo do futuro, at no questionamento sobre a validade de poupar. 

Mesmo sem ter disciplina para guardar dinheiro, diversos entrevistados, ao serem questionados sobre poupar ou investir, afirmaram que o compromisso com o consrcio, via boleto mensal, provoca o compromisso do pagamento, fato que, se fosse o tradicional depsito em poupana talvez no ocorresse. 

Em outras justificativas, foram citadas mais razes em favor da adeso ao consrcio: taxas menores, ausncia de juros, custo final menor, exemplificadas com um financiamento de um veculo e sua despesa total.

EXPERIMENTAO, ADESO E VANTAGENS

A mtrica na experimentao do consrcio demonstrou que, ao tomar um bem como um carro, resultou em crescimento, especialmente na faixa de idade entre 35-45 anos. Houve um salto de 45% no ano passado para 59%, em 2021. Os consrcios de motos e imveis, outros dois tipos de bens bastante procurados, permaneceram estveis, enquanto que o de eletroeletrnicos e eletrodomsticos anotou retrao.

 

Entre os motivos mais citados por usurios para adeso aos consrcios de carros, motos, imveis ou servios estiveram: ?as parcelas eram compatveis com a minha renda?, justificativa que avanou de 42% em 2020 para 51% neste ano, bem como as menes sobre ?parcelas que cabiam no meu bolso?, com evoluo de 38% (2020) para 41% (2021). As duas, foram ainda confirmadas por 57% dos participantes consultados na pesquisa deste ano contra 47% na do ano passado.

Ainda foram declarados aspectos como ?menores taxas?, com evoluo de 44% para 56%, de um ano para outro, e confiana pela expresso ?empresas ter sade financeira, no vai falir?, de 47% (2020) para 55% (2021).

 

Entre os ?nunca usurios?, os crescimentos foram bastante significativos, alguns como idoneidade das empresas, saindo de 49% em 2020 para 62% neste ano.

Ao citarem as principais vantagens da modalidade, 25% dos usurios entrevistados destacaram ser um bom investimento, 24% salientaram a adequao do valor da mensalidade e consequente facilidade de pagamento, e 23% por se tratar de parcelamento com taxas menores.

Os usurios ainda relataram que recomendariam mais o consrcio a seus amigos e parentes, na mdia de 7,27 numa escala mxima de 10 pontos. 

Houve tambm crescimento nos indicativos dos consultores de consrcio, passando de 31% para 37% na proporo daqueles que promovem o produto.

CONSRCIOS COMO FORMA DE CONCRETIZAR OBJETIVOS

"Em uma anlise dos comentrios citados em 2020 e 2021, quando da convivncia com a pandemia da Covid-19, observou-se os resultados de consorciados com perfis conscientes do que desejam e de conhecimento bsico sobre educao financeira?, diz Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC.

?O levantamento comparativo tambm mostrou que o consorciado est atento aos seus compromissos financeiros, adequando-se aos novos hbitos, preservando suas finanas pessoais, maduro em suas decises de planejamento de objetivos de aquisio de bens ou contratao de servios em longo prazo, independente de gnero, faixa etria ou classe social", complementa. 

Mesmo com as turbulncias vividas que transformaram o dia a dia das pessoas e famlias, os sonhos da casa prpria, do novo carro, bem como de objetivos empresarias para aquisio de bens ou servios mantiveram-se em evidncia. 

Com foco no planejamento, o Sistema de Consrcios, com uma histria de quase 60 anos, segue concretizando metas de consumo, de formao ou ampliao de patrimnios, individuais ou empresariais, e at produtivos como opo, por exemplo, para aposentadoria.

O avano do Sistema de Consrcios nos ltimos anos, em especial no ltimo, so reflexos do aumento de conhecimento dos consumidores sobre a essncia da educao financeira, parcela importante desse mecanismo.

?Constata-se, tambm, a contribuio desse consagrado mecanismo de autofinanciamento para a evoluo da conscincia individual sobre a boa gesto das finanas pessoais, como inibir as compras por impulso e com o fortalecimento do consumo responsvel", complementa Rossi.

As pesquisas realizadas pela ABAC tm proporcionado s administradoras de consrcios maior conhecimento do mercado e a atualizao de suas estratgias, com implementao de novas aes e formatos em grupos que atendam demanda de consumidores, aproveitando as oportunidades geradas. 
................................................................................................................

SABER FINANCEIRO ? UM SITE FOCADO EM EDUCAO FINANCEIRA
A Associao Brasileira de Administradoras de Consrcios coloca disposio 
Um canal de comunicao para consumidores e investidores financeiros 
Focado no tema "Educao Financeira".
O novo site da entidade ? saberfinanceiro.org.br - disponibiliza contedo exclusivo 
Sobre o assunto, que possibilita aos interessados testar seus conhecimentos 
e melhorar sua compreenso sobre o mercado financeiro.


NOVIDADE - CONSRCIOS DE A A Z NA INTERNET
A Associao Brasileira de Administradoras de Consrcios est colocando 
vdeos e podcasts na internet com informaes sobre a modalidade.
A ABAC, entidade representativa do Sistema de Consrcios, est disponibilizando mais informaes 
sobre a modalidade por meio de um novo e exclusivo site: www.consorciodeaaz.org.br.



GUIA CONSRCIOS DE A A Z 
A Associao Brasileira de Administradoras de Consrcios disponibiliza o 
Guia Consrcios de A a Z. 
Todas as informaes sobre o Sistema de Consrcios, desde a adeso at o encerramento do grupo. Acesse: https://materiais.abac.org.br/guia-consorcio-de-a-a-z 
 
                                    
 
 
PROGRAMA DE CERTIFICAO ABAC - PCA 10 
A Associao Brasileira de Administradoras de Consrcios disponibiliza o Programa de Certificao ABAC, destinado aos profissionais de vendas e representantes de administradoras de consrcios, sejam associadas ou no entidade de classe. Trata-se da primeira certificao exclusiva do Sistema de Consrcios, o PCA10. 
Saiba mais em https://certificacaoabac.org.br/. 
 

CONHEA A CARTILHA "NA CORDA BAMBA" SOBRE EDUCAO FINANCEIRA 
ACESSE: http://materiais.abac.org.br/cartilha-educacao-financeira. 
 
 
 
 

 
OUTRAS INFORMAES SOBRE O SISTEMA DE CONSRCIOS PODEM SER ENCONTRADAS NO SITE www.abac.org.br. 
VOLTADO AO CONSUMIDOR, O PORTAL CONTA COM UMA ESTRUTURA SIMPLES E INTUITIVA PARA INCENTIVAR O LEITOR A NAVEGAR E CONHECER MAIS SOBRE OS CONSRCIOS. 
 
JORNALISTA, CADASTRE-SE NA SALA DE IMPRENSA DO NOSSO SITE ? http://abac.org.br/imprensa/cadastrode-jornalistas. 
 
ACOMPANHE TAMBM OS CONSRCIOS PELO TWITTER - www.twitter.com/abacweb. 
 
Mais informaes: 
Jornais, Emissoras de Televiso, 
Revistas, Sites e Emissoras de Rdio 
Claudio Licciardi 
Celular: (11) 9.8258-0444 
E-mails: prscc@dglnet.com.br 
assessoriadeimprensa@abac.org.br 
claudiodaprscc@gmail.com 

Assessoria Abac

Rua Avanhandava, 126 - 5º andar

São Paulo - SP - CEP 01306-901

Tel.:(11) 3155-5252 - e-mail: assessoriadeimprensa@abac.org.br