Consórcio



Press Releases

04/05/2018

Matéria Extra - Maio de 2018 - Pesquisa de Máquinas Agrícolas

REGIÕES SUDESTE, SUL E CENTRO-OESTE SOMAM MAIOR NÚMERO DE CONSORCIADOS DE MÁQUINAS E IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS COM 84,7%
Consorciados ativos crescem 33,8% em três anos com elevação de 69,5 mil para 93 mil.

O levantamento feito pela assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios durante o mês de abril, preparado a partir de dados de março fornecidos pelas administradoras associadas à entidade que atuam no setor de máquinas e implementos agrícolas e inserido no setor de veículos pesados, registrou maior volume de consorciados ativos na região Sudeste, com 33,7% em março deste ano. Nas demais regiões, foram observados os percentuais de 26,9% no Sul, 25% no Centro-Oeste, 10,6% no Nordeste e 3,8% no Norte.


Do total de 93 mil consorciados ativos registrados em março último, 48 mil eram pessoas físicas que representaram um percentual de 51,6%, enquanto as jurídicas, com 36,25 mil, significaram 39%. Os produtores rurais ficaram com 9,4%, somando 8,75 mil consorciados. 

O levantamento apontou ainda que houve crescimento de 33,8% no total de participantes nos últimos três anos, entre março de 2015 e de 2018, correspondendo a uma elevação de 69,5 mil para 93 mil.


Apesar da crise político-econômica instalada no país nos últimos anos, a expansão do agronegócio mostrou que o consórcio, além de ser importante na composição do mix das atividades e na obtenção de bons resultados no agronegócio, contribuiu com os bons resultados das safras, incluindo recorde no ano passado.

Com crédito médio de R$ 191,5 mil verificado em março, o setor anotou valores praticados entre R$ 11,3 mil a R$ 680 mil, comprovando o mecanismo como relevante nos mais diversos tipos de agricultura, em especial para aqueles que planejam e/ou pretendem adquirir equipamentos móveis e fixos de forma econômica, com mais tecnologia embarcada e que proporcionem melhores resultados. 

Importante destacar que parcela significativa dos contemplados adquiriu tratores de rodas e esteira (38%), seguidos dos implementos agrícolas/rodoviários (32%). Na sequência, vieram as colheitadeiras (18%) e os cultivadores motorizados (12%).

Com grupos variando de 60 a 120 meses, com média de 114 meses, a taxa média mensal de administração praticada manteve-se em 0,110% no último ano.
 
Segundo Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, "os efeitos da presença do Sistema de Consórcios no agronegócio ratificaram que produtores e empresários do setor continuam planejando, inserindo a modalidade em suas atividades, na aquisição de máquinas e implementos agrícolas". Apesar das turbulências vivenciadas no setor político-econômico nos últimos anos, Rossi comentou que "a boa notícia, divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), é a estimativa de uma colheita de 229,53 milhões de toneladas de grãos e oleaginosas em 2017/18, na qual o consórcio pode contribuir para a alavancagem e crescimento da economia, explicado por suas principais características como baixos custos, prazos longos e, principalmente, diversidade nas formas de pagamento".

FORMAS DE PAGAMENTOS DIFERENCIADAS 

No agronegócio, em seus diversos tipos de culturas como soja (55%), cana (16%), milho (9%), arroz (6%), florestal (1%) e outros (5%), e nas variações de épocas de semeadura e colheita, tanto na mono como na policultura, bem como na pecuária (8%), houve negócios em que os consórcios tiveram presença ainda maior entre aqueles que desejaram e desejam crescer e desenvolver cultivos rotativos. 

As formas de pagamento de suas parcelas continuaram sendo diferenciais positivos:
1 - Pagamentos normais;
2 - Pagamentos por safra - pagamentos anuais;
3 - Pagamentos por safra - adiantamentos - pagamento trimestral ou semestral; 
4 - Meia parcela (reforço trimestral ou semestral).

No final do primeiro trimestre deste ano havia 289 mil consorciados ativos no setor de veículos pesados, sendo que 32,2% tinham como objetivo a aquisição de bens vinculados ao agronegócio. A estratégia de planejamento a médio e longo prazos, prática básica do setor, levou o produtor rural e as empresas do segmento a priorizarem tecnologia embarcada com mecanismos de autofinanciamento como o consórcio. O objetivo continua sendo reduzir custos finais capazes de agregar lucratividade e de obter resultados competitivos ao participar dos mercados externo ou interno.


RESUMO DO SETOR DE VEÍCULOS PESADOS 
(CAMINHÕES, ÔNIBUS, SEMIRREBOQUES, TRATORES, IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS)

ALTA NAS ADESÕES E NOS NEGÓCIOS FORAM AS TÔNICAS DO SETOR 

NOS TRÊS PRIMEIROS MESES, O ACUMULADO DE VENDAS DE NOVAS COTAS E O CORRESPONDENTE VOLUME DE NEGÓCIOS NO CONSÓRCIO DE VEÍCULOS PESADOS, QUE INCLUI CAMINHÕES, TRATORES, IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS E RODOVIÁRIOS, AMPLIARAM SEUS CRESCIMENTOS ACIMA DOS 20% EM COMPARAÇÃO AOS REGISTRADOS NO ANO PASSADO. O PRINCIPAL MOTIVO: A GRADATIVA RECUPERAÇÃO DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS NO PAÍS.

O TÍQUETE MÉDIO, PORÉM, FICOU ESTÁVEL.
   

OS OUTROS TRÊS INDICADORES - PARTICIPANTES, CONTEMPLAÇÕES E CRÉDITOS CONCEDIDOS - TAMBÉM ANOTARAM AUMENTOS.

- PARTICIPANTES ATIVOS CONSOLIDADOS (CONSORCIADOS)
  - 289,0 MIL (MARÇO/2018)
  - 278,5 MIL (MARÇO/2017)
  CRESCIMENTO: 3,8% 

- VENDAS DE NOVAS COTAS (NOVOS CONSORCIADOS)
  - 10,9 MIL (JANEIRO-MARÇO/2018)
  -   9,0 MIL (JANEIRO-MARÇO/2017)
  CRESCIMENTO: 21,1% 

- VOLUME DE CRÉDITOS COMERCIALIZADOS (ACUMULADO NO PERÍODO)
  - R$ 1,63 BILHÃO (JANEIRO-MARÇO/2018)
  - R$ 1,32 BILHÃO (JANEIRO-MARÇO/2017)
  CRESCIMENTO: 23,5% 

- TÍQUETE MÉDIO DO MÊS (VALOR MÉDIO DA COTA NO MÊS)
  - R$ 152,8 MIL (MARÇO/2018)
  - R$ 151,4 MIL (MARÇO/2017)
 ESTÁVEL   

- CONTEMPLAÇÕES
  (CONSORCIADOS QUE TIVERAM A OPORTUNIDADE DE COMPRAR BENS)
  - 8,30 MIL (JANEIRO-MARÇO/2018)
  - 7,05 MIL (JANEIRO-MARÇO/2017)
  CRESCIMENTO: 17,7%  

- VOLUME DE CRÉDITOS DISPONIBILIZADOS (ACUMULADO NO PERÍODO)
  - R$ 1,172 BILHÃO (JANEIRO-MARÇO/2018)
  - R$    995,78 MILHÕES (JANEIRO-MARÇO/2017)
 CRESCIMENTO: 17,7% 

.......................................................................................................................................................................................

CONHEÇA O MAIS NOVO LANÇAMENTO DA ABAC:
A CARTILHA "NA CORDA BAMBA" SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA


OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CONSÓRCIOS PODEM SER ENCONTRADAS NO SITE www.abac.org.br

Clique em A ABAC e conheça nossas cartilhas:
Prof. Ábaco e seus alunos: uma história de bons colegas, um grande mestre e as melhores aplicações.
Consórcio, a arte de poupar em grupo!
Consórcio + FGTS = Casa Própria.
Baixe também a Planilha de Custos para controlar seu orçamento mensal que está inserida na cartilha Consórcio, uma poupança programada.

ACOMPANHE TAMBÉM OS CONSÓRCIOS PELO TWITTER - www.twitter.com/abacweb.
JORNALISTA, CADASTRE-SE NA SALA DE IMPRENSA DO NOSSO SITE - www.abac.org.br

ATENÇÃO: ACESSE O SITE DA ABAC.
VOLTADO AO CONSUMIDOR, O PORTAL CONTA COM UMA ESTRUTURA SIMPLES E INTUITIVA PARA INCENTIVAR O LEITOR A NAVEGAR E CONHECER MAIS SOBRE OS CONSÓRCIOS.

                           
Mais informações:
Jornais, Emissoras de Televisão,                                                 
Revistas, Sites e Emissoras de Rádio
Claudio Licciardi                                   
Celular: (11) 9.8258-0444                       

Assessoria Abac

Rua Avanhandava, 126 - 5º andar

São Paulo - SP - CEP 01306-901

Tel.:(11) 3231-5022